quinta-feira, 10 de junho de 2010

REUNIÃO DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA NA BARRA FUNDA AMANHÃ, 11/06/2.010, às 12:30 horas

Caros amigos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais.

Nós da diretoria da Aojustra junto com outros colegas Oficiais participamos hoje, dia 10/06/2.010 no horário das 15:00 horas da assembléia geral do Sintrajud realizada no saguão do Fórum Ruy Barbosa, na Barra Funda.

Infelizmente as notícias não são boas, na reunião realizada ontem entre o Sintrajud e o presidente do TRT/02, sob o falacioso argumento de que os grevistas não estavam mantendo os serviços essenciais indicados na portaria anterior, resolveu o Presidente do TRT/02 baixar nova portaria que vigora a partir da amanhã (texto da portaria na postagem abaixo dessa matéria no site) determinando que os grevistas retomem o trabalho sob pena de corte do ponto e desconto dos dias parados.

Os participantes da assembléia de hoje, por unanimidade de votos, não se intimidando com esse ataque direto ao nosso direito constitucional de fazermos greve por melhorias salariais e de condições de trabalho votaram pela manutenção da nossa greve, apesar dos descontos.

Pelo que sentimos dos ânimos dos demais colegas servidores a referida portaria e tentativa de intimidação foi um tiro que saiu pela culatra, a adesão à greve aumentou com mais três Varas que vinham trabalhando precariamente e que em face disso decidiram cerrar as portas. E tambem a ser confirmado, ainda para amanhã haverá uma paralisação de duas horas em sinal de protesto decretada pelos Diretores de Secretaria das Varas do Trabalho da Sede.

Presentes na assembléia colegas da Baixada Santista e do ABC e Alto Tiête que tambem decidiram manter a paralisação, exceto em alguns foruns onde os colegas resolveram voltar ao trabalho.

Assim, colegas Oficiais de Justiça, estamos nós da Aojustra convocando a todos que compareçam amanhã, dia 11/06/2.010, às 12:30 horas perante o auditório do Forum Ruy Barbosa para lá, em assembléia setorial dos Oficiais, decidirmos se retornaremos ao trabalho ou se nos manteremos na greve, em que pese a ameaça de corte do ponto e descontos dos dias parados.

Lembramos que em face disso tudo só nos resta dois caminhos a seguir, o primeiro é retornarmos ao trabalho sem sequer tentar terminar a luta que começamos, morrendo na praia e justo quando estamos tão próximos da algum tipo de acordo que com certeza terá que vir com o acirramento do movimento grevista. A outra opção é ficarmos e lutarmos, em que pese as ameaças pois se assim o fizermos teremos nosso ânimo quebrado e com certeza nunca mais conseguiremos fazer uma greve dentro do tribunal, ficando todos reféns dos caprichos da administração.

Lembrem-se, greve é um direito constitucionalmente protegido para nós, se abrirmos agora mão desse direito vai ser extremamente difícil lá na frente a gente retomar o que nos tiraram.

Compareçam na nossa reunião, opinem, se informem e com a cabeça no lugar decidam o que realmente é importante para nós agora.

Contamos com sua presença.

Atenciosamente.

A DIRETORIA DA AOJUSTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário